Notícias

Viagem a Santiago Compostela e Rias Baixas

6 e 7 de Abril de 2019
Programa, Preço e Condições.

FESTA DE S.SEBASTIÃO



É já no próximo Domingo !
Participemos...

Homenagem aos Padrinhos de Baptismo

 

Na celebração do Domingo, dia 13 de Janeiro, na Igreja Matriz, fazemos uma homenagem aos Padrinhos de Baptismo.

Os Padrinhos estão de Parabéns nesta celebração do dia do "Baptismo do Senhor".
 

A responsabilidade dos padrinhos de batismo
Ser convidado para assumir a missão de padrinho ou madrinha de batismo é uma honra, mas também uma grande missão, encargo que deve ser assumido com grande responsabilidade.
Ser padrinho não é apenas estar presente na celebração do rito do batismo, mas é se fazer presente durante toda a vida daquele que, pela graça, torna-se naquele momento filho de Deus.

Contexto Histórico
A figura dos padrinhos nos remonta ao século IV, época das perseguições romanas e das heresias pagãs. Aos padrinhos cabia a missão de instruir os catecúmenos na fé católica, preservando-os das heresias que rodeavam as comunidades cristãs naquela época. Tratando-se de crianças, os padrinhos tinham a responsabilidade de professarem a fé em nome delas, além de educá-las conforme a doutrina.

Uma relação espiritual
O padrinho não é apenas um amigo, um parente com um título especial ou uma visita importante, “pelo batismo, cria-se uma relação espiritual entre o afilhado e o padrinho, relação que é muito real”. Essa relação espiritual deve ser manifestada no cotidiano, em todos os momentos, os padrinhos devem rezar pelos afilhados, dar-lhes um exemplo de vida cristã autêntica, ser para os afilhados sinal profético de Cristo, a fim de que, pelo exemplo e por sua oração, eles possam alcançar as virtudes necessárias para serem também bons cristãos.

O padrinho é um segundo pai, uma segunda mãe.
Trata-se de um laço que deve ser construído naturalmente durante toda a vida, “quem apadrinha obriga-se a manter um afetuoso interesse pelo afilhado durante toda a vida”. São aqueles que auxiliarão os pais na formação cristã do afilhado, estando atentos a fazerem de tudo para que ele cresça na fé católica, principalmente se os pais venham a faltar ou se afastem da fé católica, “esse é o papel do padrinho ou da madrinha, que devem ser cristãos firmes, capazes e prontos a ajudar o novo batizado, criança ou adulto, em sua caminhada na vida cristã. A tarefa deles é uma verdadeira função eclesial”.

Santa Maria, Mãe de Deus

 

No primeiro dia do ano celebra-se a Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus: somos convidados a contemplar a figura de Maria, aquela mulher que, com o seu "sim" ao projeto de Deus, nos ofereceu Jesus, o nosso libertador.

  Por detrás do nome “Mãe de Deus” está a confissão na divindade de Jesus de Nazaré; o título “Mãe de Deus” não diz tanto de Maria, quanto de Jesus. Ela é a mãe daquele homem/menino que está aí, “deitado na manjedoura”; mas como esse menino é Deus, então podemos chamá-la também de mãe de Deus, e glorificá-la com esse título, que nos ajuda a penetrar na densidade do mistério da encarnação: Jesus é Deus já desde o ventre materno de Maria.

  Esta solicitude maternal de Maria, habitada por esta imensa melodia que nos vem de Deus e nos reconcilia, levou o Papa Paulo VI, a associar, desde 1968, à Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus, a celebração do Dia Mundial da Paz. Basta fazer bem as contas para nos apercebermos que celebramos este ano o 52º Dia Mundial da Paz.

  Olhada por Deus com singular olhar de Graça, para ela elevamos os nossos olhos de filhos enlevados.

  Mãe de Deus, Senhora da Alegria, Mãe igual ao Dia, Maria. A primeira página do ano é toda tua, Mulher do sol, das estrelas e da lua, Rainha da Paz, Aurora de Luz, Estrela matutina, Mãe de Jesus e também minha, Senhora de Janeiro, do Dia primeiro e do Ano inteiro.

  Abençoa, Mãe, os nossos dias breves. Ensina-nos a vivê-los todos como tu viveste os teus, sempre sob o olhar de Deus, sempre a olhar por Deus. É verdade. A grande verdade da tua vida, o teu segredo de ouro. Tu soubeste sempre que Deus velava por ti, enchendo-te de graça. Mas tu soubeste sempre olhar por Deus, porque tu soubeste bem que Deus também é pequenino. Acariciada por Deus, viveste acariciando Deus. Por isso, todas as gerações te proclamam «Bem-aventurada»! Por isso, nós te proclamamos «Bem-aventurada»!

  Senhora e Mãe de Janeiro, do Dia Primeiro e do Ano inteiro. Acaricia-nos. Senta-nos em casa ao redor do amor, do coração. Somos tão modernos e tão cheios de coisas estes teus filhos de hoje! Tão cheios de coisas e tão vazios de nós mesmos e de humanidade e divindade! Temos tudo. Mas falta-nos, se calhar, o essencial: a tua simplicidade e alegria. Faz-nos sentir, Mãe, o calor da tua mão no nosso rosto frio, insensível, enrugado, e faz-nos correr, com alegria, ao encontro dos pobres e necessitados, dos migrantes e refugiados.

  Que seja, e pode ser, Deus o quer, e nós também podemos querer, um Ano Bom, cheio de Paz, Pão e Amor, para todos os irmãos que Deus nos deu! E que Santa Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe nos abençoe também.

http://www.imissio.net/artigos/51/1036/santa-maria-mae-de-deus-maria-a-senhora-deste-dia/

Solenidades Móveis de 2019

Anúncio das Solenidades Móveis de 2019

Irmãos caríssimos, a glória do Senhor manifestou-se, e sempre há de manifestar-se no meio de nós, até a sua vinda no fim dos tempos.
Nos ritmos e nas vicissitudes do tempo, recordamos e vivemos os mistérios da salvação.
O centro de todo o Ano Litúrgico é o Tríduo do Senhor crucificado, sepultado e ressuscitado, que culminará no Domingo de Páscoa, este ano em 21 de abril.
Em cada domingo, Páscoa semanal, a Santa Igreja torna presente este grande acontecimento, no qual Jesus Cristo venceu o pecado e a morte.
Da celebração da Páscoa do Senhor derivam todas as celebrações do Ano Litúrgico:
     - as cinzas, início da Quaresma, em 06 de março;
     - a Ascensão do Senhor, em 02 de junho;
     - o Pentecostes, em 09 de junho;
     - o 1º Domingo do Advento, em 01 de dezembro.

Também as festas da Santa Mãe de Deus, dos Apóstolos, dos Santos, e na comemoração dos Fiéis Defuntos, a Igreja peregrina sobre a terra proclama a Páscoa do Senhor.
A Cristo que era, que é e que há de vir, Senhor do tempo e da história, louvor e glória pelos séculos dos séculos.
Amém.

Celebrações em 2019
(com data móvel)

Epifania do Senhor – 6 de Janeiro;
Batismo do Senhor –  13 de Janeiro;
Quarta-feira de Cinzas – 6 de Março;
Páscoa da Ressurreição/Domingo – 21 de Abril;
Ascensão do Senhor – 02 de Junho;
Domingo de Pentecostes – 09 de Junho;
Santíssima Trindade –  16 de Junho;
Sant. Corpo e Sangue de Cristo – 20 de Junho;
Sagrado Coração de Jesus – 28 de Junho;
Cristo Rei do Universo – 24 de Novembro;
Domingo I do Advento – 1 de Dezembro;
Sagrada Família – 29 de Dezembro.

Read More



Avisos da Semana

Catequese
Escuteiros
Grupo Coral
Caritas
Catequese
Catequese
Catequese

Catequese